Editorial: Itaitu, cuidados a serem tomados, antes que acabe.

É impossível falarmos sobre o nosso turismo regional e esquecer a mola propulsora que é a localidade de Itaitu, uma Vila centenária rodeada por serras e cachoeiras, uma "gigante pela própria natureza", mas que de forma desordenada ainda persistem em ações que ao invés de ajudarem, prejudicam. Há mais de três dezenas de cachoeiras catalogadas em Itaitu, Véu de Noiva e Arapongas são as mais visitadas, contudo não há controle das visitações, não há serviço de coleta de lixo ao longo das trilhas e nos locais destas cachoeiras, evidentemente que caso o poder público municipal criasse a divisão da Guarda Florestal daria uma melhoria significativa. Um aspecto de grande relevância é a preservação arquitetônica da Vila, que é algo que urge por uma lei limite as reformas e novas construções na Vila e a preservação das fachadas, além disso é preciso repensar festas tradicionais da localidade a exemplo do Carnaval, onde a edição do ano de 2016 foi bastante criticada pelos nativos da comunidade, onde a expectativa era por um Carnaval Cultural tornou-se um verdadeiro furdúncio, por conta da poluição sonora provocada pelos chamados paredões de som, esquecendo-se então que este tipo de som vai impactar nas construções antigas e causar danos ao patrimônio arquitetônico do local. É estarrecedor ouvirmos falar em Carnaval de Itaitu e não se ouvir falar da Banda de pífanos do Pau-Ferro, Marujada, Os Cãos, a participação das Filarmônicas a exemplo da  2 de Janeiro, Juvenil Rio do Ouro, a Orquestra Sinfônica Arte de Tocar e estes nos levando ao bom passado das marchinhas e dos carnavais dos anos 80, é preciso repensar, é preciso inovar sem perder a historicidade  e os valores da comunidade, preciso que o poder público tome as rédeas  e tenhamos consciência cidadã, antes que tudo se acabe.

Clayton Luz
12/01/17
Google Plus

Sobre Blog Cleiton Luz

Seja bem-vindo(a) ao blog Cleiton Luz. Navegue, conheça e descubra o melhor da informação em um só lugar.
    Comente pelo Blogger
    Comente pelo Facebook

0 Comentários:

Postar um comentário